Ecommerce permite que a noiva escolha a roupa das madrinhas

Projeto foi criado para uma empresa sediada em Nova Iorque e atende o mercado de casamentos

O dia do casamento é um momento muito especial, principalmente para as mulheres, que não querem que nada saia errado. Nos Estados Unidos, além dos preparativos que são necessários para a realização da cerimônia, há um detalhe bem específico da cultura americana: a utilização do mesmo vestido entre as madrinhas. Para facilitar essa escolha, já que elas podem morar em lugares distantes umas das outras, foi criado recentemente um site que permite a criação do modelo virtualmente, chamado Indira Collection. O projeto foi desenvolvido pela Morphy Agência Interativa, de Blumenau (SC), em parceria com a designer brasileira radicada em Nova Iorque, Keka Marzagão.

Indira -  Home | Morphy Agência Interativa

O projeto é de uma startup americana, fundada por Ajay e Carrie Mantha, um casal de ex-executivos de Wall Street. Segundo o diretor executivo da Morphy, Marlon Souza, o site é a ponta visível de uma rede logística que envolve fornecedores de tecidos e jóias em diferentes lugares, incluindo Índia e Brasil. “O foco de venda é o mercado Norte-Americano, já que essa tradição é típica deles, contudo, para o futuro, não é descartada a possibilidade de vender também outros tipos de vestidos sob encomenda e expandir o negócio”, explica.

Indira - Ajay e Carrie Mantha  | Morphy Agência Interativa

De acordo com o diretor de projetos da Morphy, Sammy Newton, o site é bastante funcional e intuitivo, mas não se baseia num modelo de loja virtual tradicional. Basicamente a noiva acessa o site, escolhe o modelo, cor e acessórios para o vestido das suas madrinhas e as cadastra para que recebam um convite por e-mail. A partir disso, elas podem conversar sobre o vestido através do site, dar sugestões de mudanças em algumas escolhas da noiva e até mesmo sugerir outros modelos. Quando todas estiverem de acordo, cada uma paga o seu vestido e recebe sua encomenda em casa. A noiva pode ainda subsidiar os vestidos de algumas ou de todas as madrinhas e centralizar o recebimento das peças, para que façam um dia de prova.

Sammy explica que o site foi construído do zero, conforme as necessidades do negócio, e que o grande destaque é a interface diferenciada e que funciona em várias plataformas, inclusive mobile, com animações e uma navegação diferenciada. “Fizemos a arquitetura de informação e a programação de todo o projeto, ficando a cargo da Keka o conceito visual da marca e o design do site”, comenta. Ele destaca ainda que este é o primeiro eCommerce nos Estados Unidos a atuar neste segmento de madrinhas de casamento de uma forma tão focada. “A modelagem dos vestidos possibilita que ele se ajuste facilmente ao corpo de quase todas as mulheres com mínimas alterações, o que facilita a venda online”, completa Sammy. Além disso, o layout do site e todo o processo de compra tem um diferencial em relação às lojas virtuais padrão de mercado, tornando o processo de compra ainda mais atraente.

Indira - Atelie | Morphy Agência Interativa

Esse foi o primeiro grande projeto internacional elaborado pela Morphy. Para Marlon, foi um grande desafio, especialmente nas fases de definição de escopo e ajustes finais, já que os contatos com os clientes foram feitos integralmente via internet e telefone. “Tínhamos um time experiente e com fluência em inglês, mas mesmo assim é um grande desafio porque lidamos com as diferenças de costumes e de formas de trabalhar entre nós e os americanos. No final, aprendemos muito com o processo e o resultado final é gratificante”, finaliza.

Escola Barão inicia ano letivo com site reformulado

Entregar mais informações para pais e alunos e maior versatilidade para professores e funcionários. Essas são as propostas do novo site da Escola Barão do Rio Branco, desenvolvido pela equipe da Morphy Agência Interativa em parceria com a Brava Propaganda. O novo espaço web foi lançado no início de fevereiro, como preparativo para a volta às aulas e é totalmente adequado a diferentes navegadores, como tablets e celulares.

De acordo com o diretor de projetos da Morphy, Sammy Newton, o site é uma grande ferramenta de comunicação com a escola, pois permite acesso mais facilitado ao conteúdo. “O maior desafio deste trabalho foi a arquitetura de informação e o atendimento aos diferentes públicos da escola, tanto internos quanto externos: pais, professores, alunos, funcionários e comunidade. Buscamos criar uma estrutura de fácil navegação e que fosse interessante para todos”. Segundo Sammy, o espaço virtual possibilita acompanhar a rotina da escola através do blog e da agenda, organizada por anos letivos e cursos. Na seção Dia a Dia, por exemplo, os destaques são para informações que auxiliam na comunicação do aluno com a escola como informações sobre uniforme, alimentação, material escolar, entre outras. Além disso, o blog está dividido por assuntos e nível escolar, o que ajuda a acompanhar tudo o que está acontecendo diretamente com o público que interessa.

Home - Escola Barão | Morphy Agência Interativa

Sammy comenta ainda que o principal canal de comunicação entre professores e pais eram os e-mails e, agora, a ideia é centralizar tudo no site para incentivar o uso deste canal. “Com um espaço mais versátil, é possível que tudo seja feito através do website. A atualização pode ser feita diariamente pelo professores e, consequentemente, os pais podem ter acesso ao que os filhos estão fazendo na escola”, explica.

Job 21 – Maturidade com Z ou X ?

Sob a disciplina de Planejamento Gráfico, os alunos do 7º semestre de publicidade e propaganda da FURB, têm todo semestre o desafio de criar uma revista  que traga temas ligados ao universo da Publicidade e Propaganda.

Na 21ª edição, a Morphy foi exemplo de empresa diferenciada na matéria “Maturidade Z ou X ?”.  A matéria fala sobre as gerações Baby Boomers, Z, X e Y, e métodos diferenciados das empresas perante seus colaboradores e clientes. 

Leia a matéria completa aqui. Páginas 18 à 23;