Kyly renova site e blog da sua marca infantil

Novos site e blog da marca apostam em visual leve e divertido, com prioridade para velocidade de carregamento e acesso por todos os públicos.

Site Kyly

Muitas cores, imagens dos produtos e grafismos infantis marcam o novo site da marca Kyly. A nova presença digital da marca que leva o nome do Grupo Kyly prioriza o acesso a informação por consumidores e lojistas, apresentando imagens leves, o máximo de conteúdo em texto e uma navegação simples e direta.

Com poucos cliques, o visitante do site pode visualizar as fotos e vídeos da campanha ou navegar pelo lookbook, conhecer um pouco mais sobre a empresa ou fazer contato com o SAC, acessar o blog ou visitar a loja virtual da marca. Tudo muito rápido e fácil, num visual super divertido.

FG Empreendimentos cria portal de relacionamento com mercado imobiliário

Ferramenta permite às imobiliárias e aos corretores parceiros da FG acesso exclusivo as oportunidades de imóveis, tabelas de vendas e material de apoio.

FG Empreendimentos

Com o objetivo de ampliar o relacionamento com os corretores e as imobiliárias parceiras, a FG Empreendimentos lançou um portal com acesso exclusivo aos parceiros onde disponibiliza materiais de apoio a venda e comunica-se com estas empresas e profissionais.

No Portal de Relacionamento FG, criado e desenvolvido pela Morphy, os parceiros da construtora visualizam em detalhes a lista de imóveis novos e seminovos disponíveis para a venda, podendo reservar determinado imóvel e manter atualizações sobre a negociação com seu cliente. Os imóveis em negociação pelos corretores aparecem reservados no site FG Opportunity, onde ficam as opções de seminovos negociados pela construtura.

Ferramentas adicionais, como simulador financeiro, avisos da FG, reservas para eventos da construtora e diretório de materiais de apoio a venda tornam o Portal de Relacionamento ainda mais útil aos profissionais do mercado imobiliário.

WEG Automação lança aplicativos mobile

Aplicativo principal dá acesso a nove outros apps para ajudar o cliente a escolher os produtos da WEG.

WEG Automação

A WEG Automação é uma das empresas do grupo com uma das maiores ofertas de produtos diferentes ao mercado. Para ajudar o cliente a escolher melhor entre toda esta gama de produtos disponíveis, a empresa lançou um conjunto de aplicativos para smartphones e tablets nas plataformas Android e iOS.

Um aplicativo principal, chamado WEG Automation, serve de agrupador de todos os demais aplicativos que podem ser baixados para o dispositivo do usuário em conjunto ou cada um separado, conforme a necessidade de uso.

Estes aplicativos, criados e desenvolvidos pela Morphy, oferecem ferramentas que ajudam o cliente da WEG a selecionar o produto mais adequado a sua necessidade, como dimensionar o starter adequado ao seu motor ou selecionar o inversor de frequência necessário. Pode ainda consultar o catálogo completo de produtos da WEG Automação para encontrar um produto específico ou conhecer os lançamentos da empresa.

Um mapa interativo permite ainda encontrar revendas, representantes, assistências técnicas e unidades da WEG mais próximas ao usuário. Ainda um app de notícias deixa o usuário informado das novidades da empresa em tempo real.

Unimed Vida Digital utiliza jogos para levar conhecimento a mais de 13 mil alunos

Ambiente digital composto por oito jogos estimula nutrição saudável e prevenção de acidentes para crianças de 20 escolas de SC. Morphy Digital Group e Farofa Studios assinam o desenvolvimento do projeto.

Chamar a atenção dos estudantes em tempos de smartphones, tablets e videogames não é tarefa fácil, mas o Instituto Unimed SC acredita que é possível passar mensagens educativas através de uma interação com o universo lúdico infantil explorando as possibilidades que a tecnologia apresenta. E é pensando nisso que foi lançado o projeto Unimed Vida Digital, desenvolvido em parceria com a Morphy Digital Group e a Farofa Studios.

Nas escolas parceiras do Unimed Vida, os estudantes têm acesso ao Portal com oito jogos que tratam dos temas de alimentação saudável e prevenção de acidentes em casa e na escola. Os 13 mil alunos com idades entre seis e dez anos de 20 escolas da rede pública e privada de Blumenau (SC) e região foram os primeiros a receberem o projeto, que pode ser adotado por outras unidades da Unimed no Brasil.

Sharon Haskel Koepsel, responsável pelo projeto dentro da Unimed Blumenau, comenta que o Unimed Vida tem mais de 15 anos de um trabalho de apoio às escolas da região na disseminação de conhecimento sobre saúde. “Sentimos que era o momento de buscar novas estratégias de transmitir conteúdo de maneira a cativar e aproximar ainda mais as crianças e o uso da tecnologia mostrou-se o melhor caminho”, conta.

Segundo Sharon, a Morphy foi a empresa escolhida pela sua experiência com projetos deste porte e com este perfil de público. O desenvolvimento do projeto envolveu, além da Morphy, também a empresa Farofa Studios, que foi a responsável pela criação visual dos jogos, e profissionais ligados ao Unimed Vida, como bombeiros, nutricionistas e pediatras.

Entre os desafios para este projeto estava a criação de jogos e de um universo que fossem atraentes para as crianças e que, ao mesmo tempo, transmitissem todos os conceitos pregados pelo Unimed Vida. Por isso, adotou-se dinâmicas conhecidas de outros jogos famosos e elas foram adaptadas para o enredo desejado.

Unimed Vida Digital

Outra questão importante foi não incentivar demais a competitividade entre as crianças. Por isso, todos os jogos são individuais e com contagem de tempo. É possível acessar um ranking com os melhores resultados, mas não há um vencedor ou um perdedor em cada etapa. Também houve um cuidado com o desenvolvimento do personagem, permitindo que cada criança crie seu próprio avatar de acordo com suas características ou preferências, mas todos mantém a mesma estrutura física.

O universo virtual Unimed Vida Digital está acessível apenas aos estudantes das escolas que participam do programa Unimed Vida, mas um dos jogos, chamado Come-corre, está disponível para download para todos nas plataformas iOS e Android.

Sobre os jogos

O primeiro passo do estudante que entra no ambiente virtual é desenhar o seu personagem. Depois disso, ele começa a explorar o universo por uma consulta com o pediatra, onde ele passa instruções sobre a importância deste contato com o médico de maneira periódica. Em seguida, começa a explorar os games.

Tiago Schmitt, gerente de projetos, aponta que a Morphy realizou um estudo sobre os tipos de jogos que estão em ascensão na faixa etária que é o foco do programa e, com base nisso, desenvolveu as primeiras aplicações. “Temos jogos de exploração, estratégia e puzzle exatamente para estabelecer essa ligação entre o mundo fora da escola e dentro do programa”, comenta.

Abaixo, mais informações sobre cada jogo:

– Come-corre: também disponível para download para iOS e Android, o jogo é uma perseguição aos alimentos que fazem bem à saúde e uma fuga dos que trazem malefícios. O objetivo do aluno é conseguir buscar o maior número de bons alimentos no menor tempo, desviando dos alimentos com açúcar, gordura e produtos industrializados.

– Recomendo: é um jogo de puzzle onde a criança precisa selecionar um número pré-definido de alimentos reguladores, energéticos e construtores. O objetivo é aprender sobre o que são e qual é a importância destes tipos de itens para a alimentação selecionando o maior número de grupos possível.

Unimed Vida Digital

– Tá com sede: embora as orientações sobre beber o maior volume de líquidos possível estejam cada vez mais claras, as crianças muitas vezes ainda não tem esse hábito. A ideia do Tá com Sede? é estimular a ingestão de sucos naturais. Obtém os melhores resultados quem conseguir fazer mais suco com frutas diferentes no tempo determinado.

– Cantina Saudável: o jogo reforça a importância de três refeições completas ao dia – café da manhã, almoço e jantar. A criança monta pratos com os itens necessários para uma boa alimentação em cada uma das refeições e tem como objetivo servir o maior número de alunos possível da maneira correta.

– Prevenção: os perigos de uma casa muitas vezes não são observados pelos pais e nem pelas crianças. Com uma casa fictícia, os alunos têm como objetivo identificar perigos como vazamento de gás, cabo de panela fora do fogão e equipamentos mal instalados.

– Abandono: a Unimed incentiva os planos de abandono das escolas em caso de incêndio. Neste jogo, os membros da comissão, que são os últimos a deixarem o local, precisam sair da escola desviando dos objetos jogados e trazendo consigo os alunos que ficaram dentro na escola.

– Cuidado, perigo: neste game de exploração, as crianças passeiam pelo pátio de uma escola e  precisam encontrar alguns indícios de perigos espalhados pelos diferentes locais, como uma mesa quebrada ou poças d’água no chão.

– Travessia segura: o personagem precisa ir até a escola passando pelas faixas de pedestre, identificando no caminho algumas oportunidades de exercer seus deveres como cidadão – um cachorro abandonado ou uma senhora precisando atravessar, e ainda desviar de tentações como lan-house, brincar na praça, entre outras.

Unimed Vida Digital

Amora é a marca do Grupo Kyly para o público adolescente

Criada e desenvolvida exclusivamente para o público Tween que quer construir um estilo próprio, a marca Amora chega ao mercado nacional com a proposta de entregar moda com o perfil desse público jovem.

Site Amora

Moda, música, novas tecnologias e redes sociais são algumas das paixões das jovens entre 12 e 18 anos que a Kyly busca conquistar com sua nova marca, Amora. É um público que têm acesso a todos os tipos de informação e que busca construir uma identidade própria e exclusiva.

A Amora traz peças de vestuário e acessórios para as tweens que permitem criar diferentes possibilidades, ser diferente e ao mesmo tempo cheias de estilo. As coleções apostam em  sobreposições, brilho, glitter, paetês, estampas diferenciadas e acessórios com muita personalidade.

Para traduzir todo este conceito e agradar as adolescentes em seu website, a Amora apostou em um visual descolado e muita integração com as redes sociais. Com projeto e desenvolvimento da Morphy, o site Amora (www.maisamora.com.br) possui um visual blocado, com caixas em tamanhos e formatos variados e que apresentam tanto os conteúdos do próprio site quanto informações vindas do Instagram e do Facebook.

Ferramentas adicionais complementam o site, permitindo que as visitantes criem seus próprios looks com as peças da Amora e compartilhem no site, assim como descubram os looks indicados para ela depois de responderem a um quiz interativo.

Fotos da campanha, lookbook, temas da coleção, making of e links para a loja virtual ou a relação de lojas que vendem a marca são áreas que complementam o site.

Be Diff é o primeiro social commerce de tecidos do Brasil

Mistura de rede social e e-commerce, desenvolvida pela Morphy, cria elo entre criadores de estampas, consumidores e a impressão digital.

Be Diff

Quando se pensa em estampar um tecido com uma criação própria e com alta definição, vem logo na cabeça duas possibilidades: produzir algo em grande quantidade para usar um serviço mais profissional ou partir para uma solução mais limitada com uso de silk, transfers ou similares. É para atender esta lacuna de mercado que surgiu o Be Diff (www.bediff.com.br), primeiro social commerce voltado para a produção personalizada de tecidos estampados em pequena quantidade.

No Be Diff é possível imprimir desde uma amostra de 30 centímetros para experimentar a estampa até fazer pedidos de impressões a partir de 1 metro de comprimento, em diversos tipos de tecidos. Além de dar total liberdade de decisão aos criadores e consumidores, o site ainda entrega em domicílio o tecido estampado em até 7 dias. O nome da marca vem justamente da expressão “be different” (em português: “seja diferente”), que faz alusão ao fato de poder usar a criatividade para estampar qualquer tipo de objeto com qualquer imagem.

Além da possibilidade de imprimir suas criações em pequena quantidade em praticamente qualquer tecido, o usuário do Be Diff conta ainda com um grande banco de estampas criadas pelos mais diferentes designers e que estão à disposição para serem usadas em impressões para moda, decoração, produção de peças exclusivas como bolsas e acessórios, entre outras aplicações.

Be Diff

“O que torna o Be Diff um comércio eletrônico social é o fato de que estas estampas são gerenciadas pelos próprios usuários do site, que podem ser designers renomados ou qualquer pessoa que queira deixar sua criação disponível para que outro usuário possa imprimi-la em tecidos”, comenta o diretor da Morphy, Marlon Souza. Quando uma estampa é usada para imprimir qualquer tecido no Be Diff, o criador da estampa recebe uma parte do valor gerado com esta venda. Além de ter sua criação estampando diversos itens, o criador ainda garante uma remuneração cada vez que sua estampa é impressa.

A ideia deste e-commerce surgiu no dia-a-dia do empreendedor Josué Favalle, por volta de 2003, quando possuía uma loja de bolsas e acessórios e descobriu a impressão digital. Sofreu para usar a tecnologia no seu negócio, pois metragens pequenas eram impossíveis e o tempo de entrega podia chegar a 45 dias. Em 2009, ainda sem encontrar uma solução, Josué resolveu montar sua própria estamparia digital. Com seu problema resolvido, decidiu levar este serviço a outras pessoas que, como ele, queriam imprimir em tecidos suas criações e não encontravam espaço nas grandes indústrias. “Eu já tinha a ideia do Be Diff há algum tempo e precisava de uma empresa que colocasse isto em prática, o que só foi possível com a participação da Morphy”, declara Josué sobre seu parceiro de tecnologia neste projeto.

A Morphy, grupo digital focado em desenvolvimento web e mobile, fez todo o desenvolvimento do projeto Be Diff. Marlon diz que o desafio foi alinhar os conceitos do comércio eletrônico e de rede social ao modelo de negócio do Be Diff. “O site possui um fluxo de venda diferente do tradicional. Aqui as pessoas podem subir suas estampas, escolher tecido, definir metragem de impressão e pagar, mas também podem comprar estampas já disponíveis ou simplesmente fazer o upload de uma estampa para vendê-la. Nosso sistema precisa cuidar disso tudo e ainda gerenciar todo o fluxo de produção na impressão do tecido. Foi um grande desafio.”, declara Marlon.

Be Diff

E é justamente o que o diferencia das demais lojas virtuais que faz o Be Diff tão especial. Uma ferramenta interativa que permite, por exemplo, que ao selecionar uma estampa o usuário experimente opções de impressão em tipos de tecidos diferentes, testando qual se adapta melhor a sua necessidade. A cada escolha o simulador apresenta o rapport já aplicado no tamanho final da impressão, para que o comprador saiba como aquela estampa será impressa em cada metro de tecido.

O acesso ao site é aberto não só para quem quer comprar as estampas ou imprimir suas próprias criações, mas todas as pessoas podem se cadastrar para publicar suas estampas no Be Diff. É o usuário quem decide quais estampas irá liberar para serem usadas por outras pessoas e quais ficarão disponíveis para seu próprio uso ou de seus clientes, dentro do Be Diff. O site garante a autoria das imagens e ainda funciona como um portfolio online para designers e criadores de estampas.

Josué garante que novas funcionalidades estão sendo desenvolvidas para deixar o site ainda mais social e para aumentar a flexibilidade dos usuários tanto na venda quanto na compra de tecidos estampados. “Estamos trabalhando em melhorias que deixarão o Be Diff ainda mais dinâmico. Nossa cabeça não para de pensar em como tornar melhor o que já é muito diferente.”, finaliza. 

Aplicativo Atelier Portobello permite criar composições personalizadas para os ambientes

App criado pela Morphy possibilita a simulação de desenhos e painéis únicos, usando os revestimentos em formatos especiais desenvolvidos pela indústria cerâmica.

Atelier Portobello

Seguindo a proposta da Coleção 2014 da Portobello de dar liberdade total à personalização de ambientes, a Morphy Digital Group criou para a empresa um aplicativo para tablets chamado Atelier Portobello. Nele é possível simular inúmeros padrões de revestimentos cerâmicos utilizando as peças de formatos variados presentes no grupo de linhas de produtos que tem o mesmo nome do aplicativo.

O Atelier Portobello traz opções para piso, parede e mobiliário e uma cartela de cores que vai dos tons neutros aos vibrantes. “A ideia aqui é que as pessoas deem margem a sua imaginação, utilizando o revestimento como uma peça de um bloco de montar. As possibilidades de composição são quase ilimitadas e podem conferir um ar artístico e contemporâneo aos ambientes”, explica Christiane Ferreira, gerente de marketing da Portobello.

Dentro deste novo conceito, o Atelier Portobello está dividido em quatro linhas de produtos: Play One, Porto 55, Trapeze e Chez Moi. Em formato de jóias, a linha Play One remete a diamantes de concreto em cores urbanas para criar composições livremente. Cores neutras em forma de trapézios que se encaixam de diferentes formas fazem da linha Porto 55 uma ferramenta que transforma ambientes. A linha Trapeze é formada por pequenos trapézios coloridos que fazem surgir painéis artísticos que decoram e encantam. Já a linha Chez Moiz traz peças em forma de hexágonos que são apresentadas em seis cores, para composições mono ou multicromáticas.

O aplicativo criado pela Morphy leva para os tablets (iOS e Android) toda a flexibilidade das linhas Atelier Portobello. O app permite que o usuário crie mosaicos e padronagens seguindo as sugestões dos arquitetos da Portobello ou conforme sua vontade, pintando livremente cada peça com as texturas disponíveis em cada linha de produtos da empresa. Além de escolher a linha, padronagem e a cor ou textura do revestimento cerâmico, o usuário pode ainda simular as cores de rejuntes que mais combinam com sua criação.

Atelier Portobello

Todas as simulações criadas no aplicativo Atelier Portobello podem ser salvas no tablet do usuário e uma calculadora ainda indica a quantidade necessária de cada produto usado na padronagem criada. Estes resultados podem também ser compartilhados por e-mail ou salvo em fotos no próprio tablet.

Segundo Rodrigo Camargo, gerente de desenvolvimento mobile da Morphy, estão disponíveis no app dezenas de formas, produtos e rejuntes que combinadas geram uma infinidade de opções exclusivas. O aplicativo foi desenvolvido para que clientes e especificadores tenham uma ferramenta interativa de criação e especificação de produtos Portobello.

“Os clientes podem usar os templates disponíveis ou liberar sua criatividade fazendo combinações de formas, cores e texturas, gerando mosaicos únicos. O resultado gerado acompanha um relatório completo dos itens utilizados em cada composição”, completa Camargo.

As linhas de produtos e o aplicativo Atelier Portobello foram lançados na Expo Revestir 2014, que aconteceu de 11 a 14 de março em São Paulo (SP). O aplicativo está disponível para iPads e pode ser baixado na App Store da Apple.

Atelier Portobello

FlightMarket é líder na venda de aviões usados

O maior e mais completo portal de classificados voltado a aviação geral e executiva no Brasil teve seu site reformulado pela Morphy no início deste ano.

FlightMarket

A frota brasileira de aeronaves privadas cresceu cerca de 32% nos últimos 5 anos, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com o avanço do setor, o FlightMarket (www.flightmarket.com.br) se consolidou com o maior portal online de classificados da aviação privada no Brasil. Reformulado recentemente pela Morphy Digital Group, o portal oferece ao usuário anúncios de aviões e helicópteros, além de peças e equipamentos, serviços, hangares, vagas de emprego e currículos de profissionais do segmento.

“O FlightMarket existe desde 2009 e  já possui credibilidade no mercado de aeronaves. Nosso trabalho foi reestruturar o site, adicionando novos serviços ao portal e facilitando o acesso dos usuários aos anúncios e as informações”, explica Ivan Junges, gerente de projetos da Morphy.   

Com um layout que facilita a navegação e a busca pelos anúncios, o FlightMarket apresenta ainda uma ficha detalhada de cada aeronave a venda, com as especificações técnicas, dados do vendedor, opções de financiamento e uma galeria de fotos. O usuário pode ainda enviar uma mensagem ao vendedor ou salvar o anúncio entre os seus favoritos, o que exige que ele esteja cadastrado no site.

FlightMarket

O usuário cadastrado pode ainda consultar as aeronaves que ele marcou como favoritas ou anunciar sua aeronave, produto, serviço, vaga ou intenção de emprego. Os valores dos anúncios variam conforme a categoria, mas a oferta de emprego ou de profissionais é gratuita. Caso o comprador não encontre o anúncio de uma aeronave que procura, pode também registrar sua intenção de compra, que fica disponível para consulta pelos visitantes do site para que anunciem tal produto.

Além de toda a estrutura de anúncios, o FlightMarket oferece ainda todo o suporte aos interessados no mercado de aviação, com informações sobre produtos financeiros para compra de aeronaves, notícias do segmento, busca de empresas que comercializam aviões, além da localização de aeroportos em todo o território nacional.

Para Guilherme de Souza, proprietário do FlightMarket, “O trabalho realizado pela Morphy trouxe uma nova dinâmica ao portal, deixando a navegação mais fluída e facilitando a busca e visualização dos anúncios”.

Playphoto e PlayTable são destaques na Index/SC

Mostra reúne 41 produtos catarinenses inovadores e antecipa Bienal Brasileira de Design, que ocorre em 2015 em Santa Catarina. Entrada é gratuita e exposição está aberta ao público em Florianópolis até o dia 18 de maio

Index/SC 2014

Em 2015, Santa Catarina recebe a Bienal Brasileira de Design. Para disseminar um pouco da inovação produzida no estado para os próprios catarinenses, o comitê organizador criou a Mostra Index/SC, aberta ontem (29), em Florianópolis. A exposição reúne 41 produtos de 16 empresas. Entre eles estão o PlayPhoto, desenvolvido pela Morphy Digital Group, e a PlayTable, da Playmove.

Segundo o diretor das duas empresas, Marlon Souza, este tipo de iniciativa é importante não só por valorizar as marcas que investem em inovação, mas também para que o público catarinense conheça e se encante pelo que é produzido aqui. “Muitas pessoas não imaginam o potencial criativo que há no estado. Somos conhecidos pelo potencial industrial, sim, mas há muito o que ser descoberto por aqui em termos de design e tecnologia”, diz.

A PlayPhoto é um totem em que está instalada uma câmera e uma tela de toque. Geralmente utilizada em eventos, ela serve para que os visitantes registrem a sua presença e recebam em tempo real as imagens geradas no seu e-mail. As fotos capturadas podem ser enviadas também para uma página da empresa ou promotora do evento nas redes sociais.

Já a PlayTable é uma mesa interativa para crianças a partir de três anos que tem, no centro, uma tela de toque em que estão disponíveis jogos para entretenimento e educação. Foi um dos destaques da Campus Party, no início deste ano, e agora está sendo produzida em grande escala pela Playmove, uma empresa derivada da Morphy.

A Mostra Index SC vai até o dia 18 de maio, no Museu da Escola Catarinense, em Florianópolis (SC). A exposição tem entrada gratuita e os horários para visitação são das 13h às 19h de segunda a sexta-feira e das 11h às 18h nos sábados, domingos e feriados. Após este período, a mostra será apresentada em outras cidades de SC, com agenda a ser confirmada.

PlayTable foi sucesso na Campus Party 2014

campus-party, playtable-2

Jean Carlos Gonçalves e Marlon Souza, criadores da PlayTable (Foto: Rafael Farias Teixeira)

Há sete anos o mês de janeiro é o mais esperado para os fissurados em tecnologia. É que nessa época acontece a Campus Party, o maior evento tecnológico do mundo, que acontece no Brasil. Entre os dias 27 de janeiro e 2 de fevereiro, o  Anhembi Parque, em São Paulo (SP), recebeu cientistas, empreendedores, estudantes e profissionais da área para acompanhar várias atividades relacionadas à inovação, ciência, cultura e entretenimento digital. 

Além dessas intervenções, o evento este ano contou com uma área chamada Startup & Makers Camp, uma oportunidade para jovens empreendedores brasileiros mostrarem seus produtos para possíveis clientes, parceiros e investidores do mundo da tecnologia. Entre os inscritos, a Morphy Digital Group, de Blumenau (SC), foi uma das 250 empresas selecionadas para divulgar seus produtos e levou para a Campus Party a nova versão da PlayTable.

 A mesa interativa PlayTable foi criada para crianças de 3 a 10 anos e conta com jogos e atividades que são utilizadas através de uma tela de 21 polegadas sensível ao toque. Os jogos disponíveis agradam tanto as crianças menores, como pintar ou acertar os bichinhos com o dedo, que funcionam como desafios de coordenação e raciocínio, até aquelas mais experientes e em idade escolar. 

Durante a Campus Party, a Morphy apresentou uma nova versão do  produto. “Além da estrutura física da mesa ter mudado, sendo agora em plástico e ganhando novos componentes eletrônicos, lançamos na Campus Party uma linha de jogos educacionais para a PlayTable voltados para os estudantes do ensino fundamental I”, explica Marlon Souza, diretor da Morphy Digital Group.

A PlayTable conta com cinco novos jogos, tratando de temas de matemática, inglês, português e biologia. Todos abordando assuntos que constam no plano de ensino do Ministério da Educação (MEC) e instigando o raciocínio lógico das crianças. “Montamos um time multidisciplinar para a criação dos jogos educativos, contando com a ajuda de profissionais de educação especialistas em cada tema para garantir que estes jogos complementem o que é ensinado em sala de aula em todo o Brasil. Nossa expectativa é disponibilizar, até o final deste ano, mais 20 jogos para estas e outras disciplinas do currículo escolar”, conta Marlon.

A primeira versão da PlayTable foi pensada para ser utilizada, principalmente, em locais com grande circulação de crianças, como salas de espera, shoppings, restaurantes ou qualquer local em que os pequenos precisem se distrair. A versão voltada para estudantes, lançada na Campus Party, é focada em instituições de ensino que queiram inserir ferramentas tecnológicas e despertar a atenção dos alunos.

“O nosso  principal objetivo no evento foi mostrar aos participantes como os brinquedos tecnológicos podem beneficiar na educação das crianças, através da interatividade”, ressalta.

 Além da divulgação na Campus Party, Marlon diz que a ideia é expandir a comercialização do produto. “Estamos fechando distribuidores para que em até 2015 a PlayTable esteja presente em todos os estados brasileiros e já pensamos, inclusive, em exportar para outros países”, conclui.
 
O resultado da participação da PlayTable na Campus Party foi muito bom e o produto agradou tanto os visitantes do evento quanto a mídia, que deu ampla cobertura. Abaixo alguns links de matérias sobre a PlayTable:
 

Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios:
http://revistapegn.globo.com/Noticias/noticia/2014/02/empresarios-se-unem-para-criar-mesa-digital-para-criancas.html

A TechTudo destacou a PlayTable entre os produtos tecnológicos da Campus Party voltados as crianças:
http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2014/02/cp2014-campus-party-para-criancas-startups-miram-os-pequenos-geeks-no-brasil.html

PlayTable na Forbes Brasil:
http://forbesbrasil.br.msn.com/tecnologia/inovações-tecnológicas-da-campus-party-startups-brasileiras-se-reúnem-em-evento-inédito-no-país