Shopping do Rio de Janeiro faz nevar com Kinect

Foi-se o tempo em que decoração de Natal era apenas um presépio, luzes coloridas ou um grande pinheiro decorado. Grandes empreendimentos, como os shopping centers, cada vez mais investem em tecnologia, além dos elementos tradicionais dessa época do ano, como novas possibilidades para comemorar a data. O Madureira Shopping, no Rio de Janeiro (RJ), conta esse ano com um projeto desenvolvido pela Morphy Agência Interativa em parceria com a Thematic, empresa especializada em decoração natalina. Os clientes do shopping podem interagir com neve virtual em uma espécie de casa decorada interativa. O projeto usa a tecnologia Kinect, mesma dos jogos do Xbox, e foi lançado no início de novembro, junto com o restante da decoração natalina do shopping.

 O aplicativo usa os sensores de movimento do Kinect para mapear o corpo dos participantes e fica instalado em uma casa montada dentro do shopping. O interior da casa é refrigerado para dar a sensação térmica do frio e o cenário simula um lugar com neve, inspirado nos campos dos Estados Unidos. Podem participar da brincadeira até quatro pessoas por vez, duas para cada Kinect, que tem cerca de 2 minutos para interagir com o cenário virtual. Na parede uma projeção mostra bonecos de neve que imitam os movimentos dos participantes, como uma espécie de fantoche. Se o participante balançar demais seu corpo o boneco some e o participante começa a se ver dentro do cenário, onde está nevando. Ele pode brincar com a neve que cai sobre seu corpo ou mesmo jogá-la no colega ao seu lado. Cada sessão finaliza com uma mensagem de Natal para os clientes do Madureira Shopping.

Segundo o diretor de desenvolvimento da Morphy, Maycon Souza, o objetivo da casa interativa é passar para as pessoas um pouco da sensação de estar vivendo o Natal no Hemisfério Norte. “A maioria das pessoas tem curiosidade sobre o Natal com frio e neve e nossa intenção foi permitir que elas vivam um pouco desta sensação, mesmo que de maneira virtual”, explica Maycon. Para a proprietária da Thematic, Silvia Doreto, a parceria com a Morphy amplia as possibilidades criativas e permite oferecer aos clientes soluções inovadoras, algumas delas, inclusive, nunca usadas no Brasil.

 

 Não é a primeira vez que a Morphy desenvolve um projeto desse estilo com a Thematic. Em 2011 o Shopping Pátio Paulista, de São Paulo (SP), recebeu a instalação de um piano interativo, que lembrava o do filme “Quero Ser Grande (Big – 1988)”, no qual o protagonista, vivido por Tom Hanks, tocava com os pés um piano gigante instalado no chão da loja de brinquedos FAO Schwarz, em Nova York. A versão brasileira também fez uso do Kinect para criar um piano gigante, sem a necessidade de sensores sob as teclas, como acontece no original americano.

Morphy usa Kinect para criar piano interativo

Quem visitar a árvore de Natal do Shopping Pátio Paulista deste ano poderá sentir-se um pouco dentro do filme “Quero Ser Grande (Big – 1988)”, no qual o protagonista vivido por Tom Hanks toca com os pés um piano gigante instalado no chão da loja de brinquedos FAO Schwarz, em Nova York.

Toda a estrutura onde fica a árvore de Natal e onde o Papai Noel recebe os pedidos das crianças foi construído sobre uma base em forma de piano de cauda, que tem suas teclas disponíveis para as pessoas tocarem usando os pés, como acontece no filme.

A diferença principal é que este piano do Shopping Pátio Paulista utiliza os sensores de movimento do Kinect, mesmo dos jogos do Xbox 360, para mapear o corpo de quem estiver em frente ao piano e para acionar as teclas virtuais quando as respectivas teclas marcadas no chão forem pisadas.

O teclado, impresso sobre uma fina estrutura de fórmica no chão do shopping, tem aproxidamente 6 metros de comprimento e corresponde as quatro primeiras oitavas (conjunto de 7 teclas) de um piano moderno. Ao todo oito pessoas podem tocar o piano ao mesmo tempo, acionando as teclas que estiverem a sua frente ou caminhando sobre elas.

O projeto cenográfico foi desenvolvido pela empresa Thematic, de Valinhas (SP), e a tecnologia usada no piano interativo ficou a cargo da Morphy, de Blumenau (SC), que utilizou na instalação quatro computadores ligados cada um a uma câmera do Kinect responsável por capturar os movimentos de cada oitava do piano. “Este é um projeto inovador por tornar possível a instalação de um piano interativo sem utilizar sensores físicos nas teclas, como foi feito no piano da FAO Schwarz”, comenta o diretor executivo da Morphy, Marlon Souza.

Para a diretora da Thematic, Silvia Doreto, “Uma nova era de instalações de Natal muito mais interativas se abre com o uso de tecnologias como esta e já começamos a planejar junto com a Morphy as novidades para o Natal de 2012”.